quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

15 verdades sobre o amor, autoimagem e a vida em geral

Uma vez, lendo um blog que eu adoro (Coisas de Diva), me deparei com esse texto traduzido... E achei o máximo! Acho que todo mundo deveria ler ou repassar, vai que alguém está naqueles dias "precisando de uma ajuda"? É lindo!


"15 verdades sobre o amor, autoimagem e a vida em geral:

1. Se estou infeliz, não é porque você está feliz. É simplesmente porque eu estou infeliz.
2. Às vezes, pessoas que supostamente ficariam ao seu lado para sempre vão embora. E está tudo bem.
3. Ninguém pode te fazer se sentir mal a respeito de você mesmo a não ser que você lhe dê essa permissão. Não dê.
4. Aprenda a gostar de ficar sozinho. Não é tão ruim.
5. Mesmo que você tenha vergonha do seu corpo, ele foi dado a você por alguém. Não odeie algo que foi dado a você sem que você precisasse se sacrificar por isso.
6. Você não deve sacrifícios a ninguém; o que você sacrifica na vida deve ser unicamente escolha sua.
7. Nunca tenha certeza absoluta da sua opinião: ouça o que os outros dizem, mas nunca altere o que você pensa completamente.
8. Tudo é temporário. Tristeza, felicidade, sorte, azar, beleza, feiura, riqueza, pobreza, um corpo magro, um corpo gordo, uma boa autoestima, uma má autoestima, um corte de cabelo ruim, um corte de cabelo bonito, seus sonhos, a vida. Só a morte é permanente e é a única coisa da qual podemos ter certeza. Não esqueça.
9. Sua vida pode mudar quando você quiser. Todo o resto são apenas desculpas. Encontre algo pelo qual você não dá desculpas. Essa é a sua paixão.
10. Às vezes vai parecer que você nunca consegue o que deseja e que todas as coisas boas vão para outras pessoas. Quando se sentir assim, confie em você mesmo, sempre. Algumas pessoas até podem te ajudar a se levantar quando você estiver caído, mas lembre-se que você pode cair de novo assim que elas se forem. E elas irão embora.
11. A sua opinião sobre alguém que você ama ou respeita pode mudar em um segundo. Esses sentimentos podem se transformar em indiferença tão rápido que vão te deixar tonto, mas é melhor assim. Aprenda a se desapegar. É assustador, mas não cortar laços que te ligam a algo inseguro é algo muito tóxico.
12. A tristeza é um sentimento que vai fazer de você uma pessoa mais bondosa. Não tenha medo de senti-la profundamente. A tristeza vai derreter o seu ego e às vezes pode ser a melhor coisa que pode te acontecer; mas não deixe que ela te afogue. Não deixe nunca que algo te afogue.
13. Ninguém importa tanto assim para você se sentir paralisado por sua perda. Deposite sua força em coisas nas quais você pode se apoiar quando estiver fraco ou quando alguém roubar algo de dentro de você.
14. Quando você entrar num lugar, olhe ao seu redor. Realmente olhe, com seus olhos, e não pelo visor da câmera. Não confine suas memórias num cartão SD, não tenha provas de toda e qualquer emoção que já sentiu. Se foi importante, você vai se lembrar mesmo se tiver amnésia.
15. Gentileza, na sua forma mais genuína, é o melhor presente que você pode dar para alguém, especialmente para um desconhecido. Gentileza é tudo na vida. Mas ser gentil não significa deixar que os outros passem por cima de você, significa deixá-los passar primeiro. Aprenda a diferença. É possível ser gentil sem ser tímido, quieto ou anulando sua própria opinião.

Em resumo, não importa muito como eu tente ‘enfeitar’ a mensagem, o que importa mesmo é o seguinte: você mesmo é o melhor que você tem. Sério. Ninguém se importa mais com você do que você mesmo. Todos podem te deixar, menos você mesmo. Todos podem te dar conselhos, mas a melhor opinião que você terá será a sua própria. E, observando o mundo e todos que eu conheço, posso garantir que até hoje não conheci ninguém que fosse insubstituível.

Você nunca vai conhecer alguém que será como outra pessoa. Mas isso não importa. Porque são apenas rostos, eles vão mudando, vão dizer as mesmas coisas e talvez vão embora. Mas VOCÊ nunca irá embora. Você sempre vai estar aí. Ninguém mais passou pelas mesmas coisas que você.

E, no fim das contas, são pouquíssimas as pessoas que me fariam mudar minhas opiniões, mudar quem eu sou. Mas francamente, se você fosse uma dessas pessoas, você não me pediria para mudar. A verdade é que eu também não sei muita coisa, mas isso aí é o que eu digo para mim mesmo – e acho que todos deviam pensar sobre isso também
.”


Até mais! Beijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário